segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

A Energia e o Exercício Físico (Parte III)


Toda grande produção merece um grande desfecho. Eis aqui o post que encerra a série “A Energia e o Exercício Físico”.
Retomando o assunto, falaremos agora sobre a adrenalina, um hormônio que tem participação importantíssima no nosso organismo, relacionado à produção de energia durante a prática de exercícios físicos. Entre suas funções, cito aqui duas de grande relevância:
• Acelera a quebra do glicogênio muscular e hepático para liberar glicose para o músculo e para o cérebro;
• Ajuda a poupar o glicogênio quando estimula a mobilização de triglicerídios no tecido adiposo.

Fibras Brancas e Fibras Vermelhas
Ficam nos nossos músculos as fibras especializadas, responsáveis pelos movimentos do corpo. Existem as fibras de concentração rápida (brancas), que não usam oxigênio molecular, tem poucos vasos sangüíneos, poucas mitocôndrias e pouca mioglobina. Existem também as fibras de concentração lenta, essas precisam de muito oxigênio, são bem vascularizadas e possuem muitas mitocôndrias e mioglobinas.
Nossos músculos são formados pela mistura dessas duas fibras, sendo as fibras de concentração lenta utilizadas em exercícios de baixa intensidade e as fibras de concentração rápida usadas em exercícios de alta intensidade.

O segredo é não exagerar
Na busca por grandes resultados em competições e também por um corpo perfeito, o homem tende a exagerar na prática de exercícios físicos. Passam horas treinado além do permitido, usam substâncias que aumentam a massa muscular (anabolizantes) e outras que estimulam ainda mais o sistema nervoso (anfetaminas).
Nesse caso o exercício físico pode ser comparado a um componente de uma bomba, onde nosso corpo serve de matéria-prima, e quando misturados sem seguir um certo balanceamento, podem gerar uma explosão a qualquer momento.

Durante esses três post, vimos alguns termos difíceis de serem explicados, palavras difíceis de serem pronunciadas e reações químicas que muitos, assim como eu, não tínhamos conhecimento, para no final chegarmos ao que tudo mundo já sabe: a melhor maneira de preservamos nossa saúde durante a prática de exercícios físicos é respeitando os limites do nosso corpo. É justamente esse conhecimento por parte da maioria das pessoas sobre o assunto, que faz com que ele seja ignorado por grande parte delas.
Fique sempre atento aos sinais do seu corpo e até o próximo post.

Imagem em: História dos esportes
Mais em: Revista Ciência Hoje

Comentem e compartilhem conosco sobre o que estão achando do Popnutri. As dúvidas, as críticas e também as sugestões são importantes para a melhoria do blog.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Faça seu comentário, deixe sua crítica, dúvida ou alguma sugestão.

Os comentários deste blog são moderados.
Não serão aceitos os comentários que façam propagandas (SPAM), que ofendam os autores do blog ou marcas citadas no post.

  ©Template Original por Dicas Blogger

  ©Modificado por Rodolpho Zippo

TOPO