segunda-feira, 28 de março de 2011

Alimentos e brinquedos: uma combinação imbatível e irresistível

Steve Carrel limpando a sua coleçãop de action figureSteve Carrel, como Andy, limpando sua estante de Action Figure... um dia, terei uma coleção igual

Faltando alguns dias para Páscoa, não me contive, e comprei um ovo de chocolate que trás um boneco de um dos personagens do filme Toy Story.

Se comprei por vontade de comer o doce? Claro que não, o brinquedo é a verdadeira razão pela qual hoje, estou vinte e um reais mais pobre.

Desde de pequena não escondo que muito do dinheiro gasto pelos meus pais quando o assunto era alimentos supérfluos, poderia ter sido economizado se por trás da parte comestível não existisse um pequeno objeto colecionável.

kinder ovo surpresa
O doce mágico da infância perdida

Relembrando os primórdios desta compulsão, cito os brindes que podiam ser encontrados dentro do Kinder Ovo, isso em meados dos anos noventa.
Em um caso especial, o que era apenas uma paixão, quase se transformou em uma situação bem desconfortável para os meus pais.

Certo dia, meus pais foram fazer a compra do mês em um mercadinho bem próximo de casa, para que meu irmão e eu ficássemos quietos e não fizéssemos bagunça no mercado enquanto eles guardavam as compras no carro , nossos queridos pais nos compraram dois ovos mágicos da empresa Ferrero, que naquela saudosa época, custava apenas um real.

Sem demora corri para o banco de trás do carro, onde meu pai guardava tudo o que tinha comprado, abri a embalagem para qual a surpresa que me aguardava escondida no meio do chocolate.

Olhei e não gostei. Era um pássaro de plástico com asas de papel e isso me desagradou.

Peguei o brinquedo e embrulhei novamente, de forma que ficou visível a violação do produto, sai do automóvel, corri para dentro do estabelecimento, nesse momento, minha mãe continuava no caixa esperando para pagar as compras, coloquei-o no mostruário onde havia mais uma infinidade dos ovos e troquei por outro. O plano havia sido concluído com sucesso.

Partimos para nosso lar doce lar e foi no meio do caminho que percebi um detalhe que levou por água abaixo toda a ação. As asas do pássaro permaneciam dentro do carro.

A mentira durou pouco. Em menos de uma hora contei toda a verdade e um severo castigo foi o que recebi por ter cometido um dos meus mais belos crimes na infância. E essa nem é a parte mais trágica de toda a história. A grande decepção aconteceu quando eu peguei o brinquedo que veio dentro do Kinder Ovo roubado. Era uma estátua feita com um metal qualquer que imitava o bronze, pequena e sem graça, que me fez chorar de tanta raiva.

O fato descrito acima aconteceu quando eu tinha apenas nove anos e hoje mais de uma década já passada a única coisa que mudou é que desde então não cometi mais delitos como esse. Porém meu vício por colecionar essas pequenas porcarias, como são chamados os brinquedos pelos mais velhos, vem se intensificando conforme o tempo vai passando.

ovo de pascoa toy story
Não resisti, comprei e devorei um Ovo de Páscoa do Toy Story

Como eu dizia no começo desse texto, hoje, justamente por esse deslize compulsivo que me acompanha, mesmo estando ainda bem longe do domingo em que o bondoso coelinho da Páscoa tira seu dia para visitar nossas casas e deixar no pé da cama os chocolates típicos dessa época, já estou preparando um lugar na estante para colocar uma simpática boneca chamada Jessie, tão amada pelos fãs da Pixar e que fez a minha alegria quando ao invés de bombons saborosos preferi um ovo recheado com um brinquedo.

E antes que cheguem os politicamente corretos, eu, em momento nenhum da minha vida, troquei um belo prato de arroz, feijão, carne e salada por chocolate apenas.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Faça seu comentário, deixe sua crítica, dúvida ou alguma sugestão.

Os comentários deste blog são moderados.
Não serão aceitos os comentários que façam propagandas (SPAM), que ofendam os autores do blog ou marcas citadas no post.

  ©Template Original por Dicas Blogger

  ©Modificado por Rodolpho Zippo

TOPO